quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Mulheres pedem fim das Muquiranas após relatos de assédio no Carnaval

No momento em que as redes sociais estão sendo utilizadas, cada vez mais, como extensão de vida das pessoas, já era esperado, com o término do Carnaval, a exposição dos relatos dos dias de festa. Contudo, nem todos os desabafos são positivos. Nos últimos dias, várias mulheres estão usando seus perfis para pedir o fim do bloco As Muquiranas, através da hashtag #umcarnavalsemmuquiranas, sob a justificativa dos diversos tipos de assédios que sofreram na avenida. 

"Eram os nossos gritos de 'covardes! Mulher não é fantasia! Suas desgraças!' de um lado e de outro, risadas, insultos homofóbicos e jatos e mais jatos de água na nossa cara e na câmera, porque, naquele momento, a câmera era a nossa única arma em mãos, contra umas 20 armas de água. A gente ouvia as risadas e via o peito de inflado com o ego ultrapassando qualquer barreira de sanidade. A imposição de poder deles naquele momento e a nossa sensação de impotência foi completamente devastadora e humilhante.

E quanto mais a gente gritava e tentava se defender de alguma forma, mais eles colocavam as armas na nossa cara, mais eles nos insultavam", escreveu uma. "Aquelas armas de água que todo mundo, principalmente as mulheres com toda razão odeiam. É chato, é desagradável, é abusivo. Se é divertido apenas para um lado, então não é brincadeira", complementou outra. "Precisamos unir forças para interditar a saída desse bloco no carnaval de Salvador ou ao menos com alguma restrição às armas ou o que possibilite violências nestas dimensões que estão acontecendo", finalizou outra. Até o momento a agremiação não se manifestou. 

O Bahia Notícias entrou em contato com a assessoria, mas não foi atendido até o fechamento da nota. Este ano, As Muquiranas homenagearam Carmen Miranda e desfilaram com Parangolé (sábado), Psirico (segunda) e Léo Santana (terça).

Fonte: Bahia Noticias
Deixe um comentário
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco