terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Estudo mostra quanto o carinho e afeto dos pais influencia na autoestima da criança

Um estudo feito pela Universidade de Abo Akademi, na Finlândia, demonstrou que a quantidade de carinho e afeto que uma criança recebe dos seus pais pode influenciar diretamente no modo como ela olha para si mesma quando ela se torna um adulto. A pesquisa foi feita com 907 mulheres e 337 homens, e elaborou uma série de questionamentos a respeito de suas relações familiares, como a frequência com que o entrevistado e a mãe conversavam durante a sua infância, se o pai do entrevistado sabia realmente sobre o que ele fazia com os amigos e quanto tempo passava com eles, entre outras perguntas. Os entrevistados também foram perguntados sobre temas de auto-imagem e relação social, sendo pedidos para responder questões como “comparando com pessoas do mesmo gênero que você, quão atrativo você é como parceiro?” e “quão atraente você é em relação à personalidade, status e inteligência?”. As respostas eram dadas de acordo com uma escala de “Raramente/De forma alguma” a “Constantemente/Bastante”. Depois que os dados foram computados, o resultado mostrou que, quanto maior o carinho que uma família dedicava ao seu filho, melhor é a sua saúde mental e a sua autoestima. “Os resultados mostraram uma associação direta entre o investimento emocional que os pais fizeram e a auto-avaliação da atratividade”, comentou Jack Antfolk, psicólogo responsável pela pesquisa. Os estudiosos da universidade também comentam que a dedicação afetiva que os pais dão aos seus filhos pode ajudar as crianças a se valorizarem mais, e até mesmo tratarem melhor os seus parceiros no futuro. De acordo com o site da revista Claudia, a pesquisa apontou também que a autoestima tem uma relação direta com o afeto da mãe em comparação com relação paterna, mostrando uma diferença entre a atenção dada entre os pais para os seus filhos.
 Fonte: BN
Deixe um comentário