terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Componentes de aerogeradores começam a chegar no Complexo Campo Largo

Os primeiros segmentos das torres metálicas dos aerogeradores já começaram a chegar no Complexo Eólico Campo Largo. Com mais de 50% das obras do Complexo concluídas, as equipes já iniciaram a montagem dos equipamentos. 

Durante esta etapa, a população deve ficar alerta ao aumento do tráfego de veículos de grande porte com excesso lateral e baixa velocidade na via de acesso externo ao Complexo. “Ressaltamos que apesar dos cuidados, a rotina normal não deverá ser alterada, mas é importante que todos os motoristas estejam atentos nas ultrapassagens e de tenham cuidado redobrado no trânsito, respeitando os batedores”, destacou o gerente da obra, Murilo Boselli.

No transporte dos equipamentos, que acontece de segunda a sábado, das 9h às 18h, algumas medidas preventivas são realizadas pelas equipes de segurança, a exemplo de verificação de espaço e condições das vias para transporte, horários e pontos estratégicos de parada dos veículos, acompanhamento por escolta, que antecipa e sinaliza a vinda do conjunto transportador, além do cumprimento da velocidade permitida de 40 km/h. No mês de fevereiro está prevista a chegada de uma nova remessa de componentes como hubs, naceles e pás.

Em caso de dúvidas, os interessados podem entrar em contato com a ouvidoria, através do telefone (74) 3528-1252, do email: ouvidoria.cecl.brenergia@engie.com ou no endereço: Praça Florisvaldo Carneiro, 4 - Centro – Umburanas (BA).

Componentes fabricados na Bahia

Dentre os equipamentos a serem instalados, aerogeradores e as torres estão sendo fabricados no estado da Bahia garantindo assim a geração de emprego e continuidade da produção fabril do estado. “Os Complexos Eólicos Campo Largo e Umburanas constituem-se dois importantes investimentos que contribuem para o desenvolvimento do estado da Bahia e região representando aumento de arrecadação e incremento das atividades econômicas associadas à cadeia produtiva da geração eólica e prestação de serviços locais”, ressaltou o gerente de Projetos da ENGIE, Márcio Neves.

Previsto para começar a operar comercialmente em janeiro de 2019, o Complexo Eólico Campo Largo contará, em sua primeira fase, com capacidade total instalada de 326,7 MW. 

Ascom/ENGIE
Deixe um comentário
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco