sábado, 25 de novembro de 2017

Massacre em mesquita no Sinai egípcio deixa 235 mortos

Ao menos 235 pessoas morreram nesta sexta-feira (24) em uma mesquita no norte do Sinai egípcio, atacada por homens armados no momento da grande oração semanal, no que já é o massacre mais mortal da história recente do país. O atentado, que ainda não foi reivindicado, deixou 235 mortos e 109 feridos, segundo a televisão estatal egípcia. Aconteceu na mesquita Al-Rawda, no vilarejo de Bir al-Abed, 40 quilômetros a oeste de Al-Arish, a capital da província do Sinai do Norte, região onde as forças de segurança combatem a facção egípcia do Estado Islâmico (EI).
Deixe um comentário
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco